Próximos Eventos

«   Janeiro 2018   »
seteququsesdo
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
    

mais ...
Star Trek: Discovery Review Episódio 15 - “Will You Take My Hand?”
Escrito por César Augusto   
Seg, 12 de Fevereiro de 2018 13:42

DIS 1x14 4Aviso: Contém spoilers para Star Trek: Discovery temporada 1, episódio 15 'Will You Take My Hand?'.

A trama não fazia sentido. Os personagens se contradiziam novamente. E o ritmo estava lento por todo o lado.

Mas, o final de temporada de "Discovery" foi um pouco gratificante, certo que eu esperava mais depois dos últimos episódios. Apesar disso foi um dos raros episódios da série em que o cuidado é dado para personagens individuais e suas historias. Vemos que L'Rell tem algum material a mais para trabalhar enquanto ela tenta unir os Klingons abrigado-os sob sua liderança. Tyler e Burnham têm um adeus torturante. Ainda vemos Tilly manter alguma da confiança que ela tinha obtido a partir de seu tempo no universo espelho como uma líder diabólica.

"Will Take My Hand?" Não era muito o que antecipamos, mas não estou reclamando. Houve também uma exploração muito impressionante de um novo mundo que ainda não tínhamos visto: a área dominada por Orion em Kronos. Toda a ação no posto comercial foi uma diversão a parte , mas as conversas que ocorreram entre Burnham, Cornwell e Georgiou falaram sobre o fato de que, "Discovery" nunca teve medo da escuridão, ela tem um compromisso genuíno com a luz.

DIS 1x14 7Aqui cabe uma dúvida, se a Discovery mantinha a iluminação baixa por conta de seu Capitão Lorka que não resistia a claridade presente em outras versões da série, porque mantê-la quando esse não mais estava lá? Lembrando também que quase toda a tripulação não conhece a real origem da nova Capitão Georgiou.

Mas mais do que tudo, o último minuto do episódio foi o melhor momento em toda a "Discovery" e totalmente bem-vindo a serviço dos fãs. Conseguimos nossa primeira espiada da Enterprise que conhecemos e amamos por décadas (Capitão Pike estava no comando, e ainda está). Uma cena perfeita. Achamos que o episódio acabou e que a Discovery vai para Vulcano. Mas então uma cena Trekker tradicional: um pedido de socorro, seguido por uma tela dizendo, "NCC-17," o que é o momento em que percebemos o que está por vir. E depois há a Enterprise, uma versão remasterizada de 2018 que parece absolutamente deslumbrante. Confesso, algumas lágrimas quiseram surgir em mim…

O episódio foi ainda problemático — principalmente porque os escritores de "Discovery" tinham que concluir linhas da história que já estavam pegajosas para começo de conversa. Toda a guerra Klingon-Federação chega ao fim, porque é dado a L'Rell o controle de uma bomba plantada no coração de Kronos. Ela usa esse controle para unificar as casas Klingon e acabar com as hostilidades. Mas por quê? Tudo o que L'Rell queria era eliminar a Federação a todo o custo. Por que ela estaria disposta a acabar com a guerra se à ela é dado o controle de toda a sua espécie? E por que outros Klingons se unem ao seu redor, especialmente quando ela chama para acabar com a guerra que eles já tinham ganhado (e presumivelmente ainda estão ganhando)?

DIS 1x14 1A temporada termina também com muitas perguntas sem resposta, incluindo uma abrangente que nunca teve uma resposta: em algum momento, sabemos que algo importante acontece com o relacionamento de Sarek e Burnham. Por que há décadas, através de várias franquias de Star Trek, nunca ouvimos Sarek, pai de Spock, mencionar Burnham. Não temos a resposta. Também não temos uma explicação para a troca de saudações de Sarek com Burnham no episódio da semana passada que senti mais como um adeus.

Citações do episódio

“Nós não tomaremos atalhos no caminho da justiça.”

"Nós temos que ser portadores das tochas".

-Burnham

O longo discurso de Burnham para o Conselho da Federação que lhe concedeu e a seus companheiros de tripulação com honras bem merecidas teve muitos momentos de destaque. Fala sobre como ambas as civilizações, Klingon e Federação, agora estão lutando para resolver o lugar deles no universo.

Algumas questões ainda prevalecem:

DIS 1x14 31. Como a tripulação, fora os que já sabiam, não perceberam que Georgiou "Espelho" estava apenas posando como a Georgiou todos eles amam? Georgiou "Espelho" estava sendo rude, abrasiva e impulsiva com a tripulação — semelhante a como alguém do Império Terráqueo agiria. E ninguém notou ou disse alguma coisa.

Além disso, Cornwell autorizou um genocídio, dado seus discursos condenando a irracionalidade de Lorca ao longo da temporada, isso não funcionou comigo.

2. Por que não procurar Tyler primeiro?

Observamos uma cena em que Georgiou "Espelho" passa alguns minutos esmurrando L'Rell para tirar informações dela. Isso falha e então Burnham tem uma ideia: por que não pedir ao Ofical da Federação que virou Klingon e retornou para Oficial da Federalçao Tyler? E com isso encontrar o que precisam.

Porque não pensaram nisso primeiro?

Probabilidades

Em uma nota pessoal, tem sido muito legal acompanhar "Star Trek: Discovery" semana a semana. Não só por isso ser uma raridade para nós brasileiros, mas a série cresceu cada vez mais ao longo dos meses, e enquanto a primeira metade da temporada foi um pouco bamboleante, os episódios de janeiro e fevereiro foram mais sólidos, dando uma sensação mais coesa.

DIS 1x14 2A trama, que tinha buracos do tamanho de canyons, e a falta de desenvolvimento consistente dos personagens, me deixaram um pouco apreensivo e principalmente chateado, é importante lembrar que praticamente todas as séries Star Trek penaram para encontrar seu caminho logo cedo. Repescagens semanais existiam quando "The Next Generation" foi ao ar. Lembre-se de como os Ferengi foram introduzidos em "The Battle"?

Não sabemos o que "Discovery" parecerá quando conseguir se estabilizar. Mas ela promete. O elenco está lá e os elementos visuais são excelentes. "Enterprise", segundo muitos, não encontrou seu fundamento até a última temporada, quando finalmente decolou, mas aí já era tarde. "Deep Space Nine" conseguiu isso logo cedo. Se eu tivesse que fazer uma previsão, colocaria "Discovery" em algum lugar entre esses dois.

Não podemos esquecer que apesar de tudo isso, o sucesso de público é inegável. Basta verem a audiência e as constantes notícias da elevação do público assinante da NetFlix aui no Brasil e especialmente o serviço de stream pago da CBS nos Estado Unidos.

Espero na próxima temporada chegarmos a saber mais sobre os membros de tripulação da Discovery, assumindo que é onde a maioria da ação ocorre. Não conseguimos conhecer Tilly, Saru e os outros muito bem. "Star Trek" tem sido tipicamente sobre o conjunto, muito mais que um personagem individual. "Discovery" até agora, prioritariamente, orbitou ao redor de Burnham e sua vida amorosa, uma guerra que ela instigou ou um motim que pesou sobre a tripulação. Estou ansioso para ver as partes que não são centradas em Burnham.

Há lacunas para preencher, especialmente quando se trata do que podemos esperar o que "Discovery" será nas próximas temporadas. Mas construiu uma base sólida, entregou algumas histórias fascinantes, e nos mostrou o que é possível no universo de "Star Trek". Não posso esperar para ver onde nós corajosamente vamos em seguida.

Comente sobre tudo isso no Facebook do StarTrekkers Brasil e para entrar em nosso grupo oficial no whatsapp, mande email para     Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , com seu nome completo e idade.

E não percam!!! Dia 24 de Fevereiro tem COQUETREKKERS 2018!!!
Informações aqui.

 

Curta nossa página

Star Trekker

Entrar pelo Facebook
Valid XHTML & CSS | Template Design | Copyright © 2014 by