Próximos Eventos

«   Novembro 2017   »
seteququsesdo
  1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
   

mais ...
SPOILLERS de Star Trek: Discovery - A faca do açougueiro não ouve o choro do cordeiro
Escrito por Cesar, Fabio e Fernando   
Seg, 09 de Outubro de 2017 14:29

star-trek-discovery-episode-4-burnhamAtenção para os Spoillers se você ainda não assistiu, pois agora comentaremos o quarto episódio de Star Trek:Discovery que lança luz sobre os movimentos obscuros do capitão Lorca e o funcionamento do drive orgânico.

Neste quarto episódio de Star Trek: Discovery começou realmente a dar uma olhada no que são as motivações do capitão Lorca de Jason Isaacs. Lorca convenceu Michael Burnham a permanecer na nave, mas agora ele a surpreendeu por não querer seu trabalho na unidade orgânica. Em vez disso, Lorca designa Burnham para examinar o monstro tardígrado. Lorca quer saber como o monstro sobreviveu à briga com os Klingons e quer que Burnham examine sua fisiologia única em busca usá-la como arma. Obviamente, o monstro é uma metáfora para Burnham, e Lorca está usando-a exatamente como está usando o monstro.

Não é apenas Burnham que Lorca engana e pressiona, no entanto. Lorca recebe uma ligação da Frota Estelar de que uma colônia de mineração em Corvan II que está sob ataque. Quando a Almirante pergunta se a Discovery está pronta para dar um salto e chegar à colônia, Lorca diz que sim, apesar da Dicovery nunca ter saltado tão longe antes. Lorca está disposto a arriscar tudo e, até mesmo, acabar como o Glen, a nave irmã destruída da Discovery. Deste movimento surge a questão: A ambição de Lorca é alimentada por querer ajudar a Federação, ou existe alguma outra coisa?

Interessante é uma outra observação constatada, Corvan II em Discovery é uma colônia mineradora mas em TNG, Corvan II é o mundo natal da espécie Corvan, conforme vemos no episódio “New Gound”, 10º Episódio da quinta temporada.

Outra curiosidade, no mesmo episódio de TNG já citado, é tratada uma nova forma revolucionária de viajar.

Se ainda não tínhamos visto muito da casa Klingon que começou esta guerra, é porque eles ainda estavam na região da Batalha das Estrelas Binárias. Parece que as outras casas Klingon agora estão felizes em deixar a casa de T'Kuvma morrer de fome em sua nave avariada. Parece até que os Klingons comeram o que restava do corpo da capitã Georgiou.

Então Kol, o Klingon que discutiu com T'Kuvma, aparece, e nós descobrimos que o clã de T'Kuvma é o único clã que tem naves com tecnologia de camuflagem. O nascimento da habilidade de camuflagem Klingon. Esta é uma parte bem interessante da história.

Kol não é tão bom como se deixa parecer no início do episódio, no entanto, como aconteceu outras vezes, Kol é provavelmente a versão Discovery das irmãs Duras. Algumas coisas nunca mudam, e os Klingons ainda estão lutando entre si.

A parte com efeitos mais legais do episódio é, naturalmente, o uso do drive de esporos ou movimentação orgânica ou o que quer que chamemos. A seção disco da Discovery em duas partes de repente faz sentido à medida que a seção gira para ativar a unidade orgânica. A solução para os problemas da unidade acaba por estar no próprio monstro tardígrado. O monstro é a ponte necessária para se comunicar com os esporos, mas a um custo para o monstro. Burnham, é claro, sente pelo monstro porque ele é como ela, servindo um propósito na Discovery e incompreendido.

A Discovery tem uma designação de classe cientifica e, aparentemente, foi convertida em nave de guerra pela Federação e levada às últimas conseqüências por Lorca

Foi interessante ver a tripulação do Discovery ter que encontrar uma solução baseada em ciência para o problema da unidade. Isso se parece com um Star Trek ambientado em meio à guerra, mas ainda é válido para as tradições da Star Trek .

Toda essa movimentação utilizando o monstro e seu aparente sofrimento, pode nos induzir a imaginar o porquê seu uso foi descartado em outras ocasiões. Afinal não seria nada Trek explorar outros seres para nosso benefício próprio.

Mais uma curiosidade, Elon Musk da SpaceX e Tesla, também é citado no episódio. Musk comanda uma empresa está na vanguarda de uma possível exploração e colonização humana em Marte e outra que está tentando revolucionar a distribuição de energia.

 

Curta nossa página

Star Trekker

Entrar pelo Facebook
Valid XHTML & CSS | Template Design | Copyright © 2014 by